Carlota Wahnon
Estava com uma amiga chamada Leonor a conversar, vestidas estilo Goth, mas não é "Ya estavamos vestidas de preto, animal!", nada disso. Goth à séria como manda a lei.
Aparece ao nosso lado o famoso e polémico MM!

Como groupies fascinadas, seguimos o cantor até um local que parecia uma espécie de estádio, com malabaristas, pessoas a fazer bolas de sabão, flores, sol radioso , e à nossa frente um Marilyn Manson com duas pequenas bolas na mão.
-O que é?? - perguntámos as duas em coro ansiosamente.
-São gomas! - com uma voz profunda - Querem experimentar?
Doidas como as galinhas tirámos as gomas da mão dele, comemos e começámos a dançar, radiantes!

-Finalmente, o meu reino está completo!!! - MM
...

Cai um véu preto de seda(somos goths, duh!)do céu em cima da estranha critatura conhecida através da MTV, e como por magia, ele desaparece debaixo do véu ficando este estendido no chão apenas com os relevos sa relva por baixo.
...
Continuámos a dançar góticas como uma raio!

(How random is this?lol)

Conclusão: O açucar das gomas pode provocar danos cerebrais.
Carlota Wahnon

Na sua quinta, o Senhor Camponês sonhava com algo espectacular, algo que o tirasse da vida do sector primário, e o enviasse para a ciência! O Senhor Camponês era um homem de visão, mas verdade seja dita, o homem nem sequer acabou o quarto ano...

-Era muito dfícil ber pró quadro! A Gertrudes estava sempre birada pra trás, e aquelas mamocas tiram a concentração a qualquer pessoa! Hoje em dia já ainda é mais espetacular, néi? As gémeas da senhora vão até à china, é dficil desviar o olhar... Olhe que eu tento, e não consigo! Tem muitos dotes aquela senhora!

Pois... Mas continuando, o Senhor Camponês, um dia acordou no seu quartinho a cheirar a suvaco matinal, quando teve uma visão:
-O que me bai tirar desta bida, são os meus animais! Bou probar que os porcos boam!

Dito e feito. O nosso amigo começou a cruzar porcos com avestruzes... vou saltar esta parte da descrição... Ora, uma avestruz pôs um ovo, e de lá saiu um Porcastruz!
-É porquinho má lindo do dono! Bamo lá mostrar òs científicos quem é que percebe da científica!
Feliz e contente foi até uma grande cidade e entrou no edifício dos mais prestigiados cientistas do mundo. Depois de chamar toda a gente à atenção, anunciou:

-Bô tarde Schous Científicos, benho em paz!
...
-Ora, benho mostrar aqui o mê Porcastruz, provar que ele boa, e ser o melhor científico do mundo! Ora obserb... obst.. obuserb... beja como este menino boa! Bamos amigo, mostra-lhes o que é capaz!
O Senhor Camponês agarrou no seu animal e atirou-o pela janela com um sorriso na cara.
-Bejam como ele boa!
...
PUM!
O animal morreu porque era muito pesado para voar, e o senhor camponês chorou ao realizar que o que mais lhe importava no mundo afinal não era ser cientista, mas casar com a Gertrudes (apesar de ter à sua frente um porcatruz todo esborrachado, o Senhor Camponês só conseguia pensar naquelas mamocas)! O seu pensamento foi interrompido por dois polícias a algemar-lhe os pulsos.

Conclusão: Falta de fanfa pode MESMO dar a volta à cabeça!
Carlota Wahnon
Corria eu de um lado para o outro num supermercado a esconder-me de uma gente doida... Atrás de mim, andavam cinco raparigas, que cada vez que me encontravam, partiam uma noz com os dentes e saltavam como macaquinhos aflitos para ir à casa de banho. E eu só pensava o quanto não gosto de nozes!
-Consegui! Uff! Agora já não me encontram, ninguém no seu perfeito juízo vem à zona dos produtos alimentares com desconto, toda a gente sabe que estão fora prazo.
Olho para a esquerda e, previsivelmente, encontro o grupo todo a partir nozes com os dentes e a saltar que nem pulgas em Janeiro!
-Bolas... Não tenho por onde fugir! Vou ter de comer o raio das nozes!

O que se aprende desta história: Há muitas maneiras de saltar! Experimente!